Mensagens de Nossa Senhora

Junho de 1995 Janeiro de 1996 Junho de 1996
Julho de 1995 Fevereiro de 1996 Julho de 1996
Agosto de 1995 Março de 1996 Agosto de 1996
Setembro de 1995 Abril de 1996 Setembro de 1996
Outubro de 1995 Maio de 1996 Outubro de 1996
Novembro de 1995    
Dezembro de 1995    

 

Mensagem de Nossa Senhora

05/08/95

"Vida que dá a vida". Amor que reparte o amor. Caminho a seguir. Esse é Jesus, aquele que salvou o mundo, o único que dá a paz. Um coração aberto a todos.

Ao contrário do que dizem, o caminho de Jesus é largo, comprido, alto, sem dimensões. Mas um caminho, que ao contrário do outro, onde nem tudo são flores. Se vocês deixam Jesus entrar nas suas vidas tenham certeza: Ele nunca sairá, mesmo que vocês queiram.

Jesus sofre, quando vocês sofrem; chora quando vocês choram; ri, quando vocês riem; portanto sejam, só ALEGRIA, para que Ele também seja só alegria.

Jesus quer os pequeninos, não só os pequeninos em estatura, mas também aqueles que se fazem pequenos diante d'Ele; porque dos pequeninos é o Reino dos Céus. Ele é Luz que nunca se apaga, para quem O segue. Ele é ÁGUA VIVA, para aquele que nunca se cansa de querer bebê-la. Enfim, Jesus é o Céu.

Amém! Aleluia! Amém!

12/08/95

Filhos, Venho como um sinal de alerta para todos os homens.

Jesus tem o poder de converter qualquer coração para si, mas é preciso que se tenha vontade. Por isso eu virn: para dar a vontade.

O Reino está próximo. Vivam como justos. Vivam como Jesus viveu proclamando sempre o Reino de seu Pai.

A partir de hoje dou-lhes um aviso: falsos profetas irão aparecer. Falsas verdades irão surgir. Mas, só a oração manterá a sua fé viva em Jesus.

Choro para lhes mostrar como irão ser grandes as provações e como o meu coração se entristece. Mas, dêem Glórias aos Céus, porque já está triunfando o meu coração.

O meu coração triunfará para que seus corações possam triunfar junto com o meu.

Dons estão sendo derramados a todos os instantes, pois me preocupo com vocês. Esta será a última chamada.

Sou serva e mãe a serviço de Deus. Sou Maria.

Amém! Aleluia! Amém!

19/08/95

Filhos,

É hora de revoarem para junto de Deus e se aconchegarem a Seus pés.

É tempo de repartirem o pão, pois é tempo de graça.

É hora de se doarem em favor dos serviços celestes. Esqueçam o mundo e lembrem-se da sua missão.

Transmitam a mesma paz que Jesus transmitiu ao mundo. Sintonizem-se no canal de Jesus. É bem verdade que Ele os enviou no meio de lobos; mas basta ter fé, basta ter a Palavra de Jesus com vocês, que mal nenhum os atingirá, pois a Deus Filho foram dados o Poder, a Honra e a Glória, para sempre.

E na bondade, se fazendo como irmão, que Ele reparte gratuitamente, tudo isso que lhe foi dado. Mesmo que pouco, ainda é possível que todos aqueles que recebem, possam ainda repartir. Aquele que recebeu de alguém da Terra, poderá repartir e assim sucessivamente, mesmo sendo pouco aos nossos olhos, é muito aos olhos de Deus esse repartir. É isso que tenho hoje a lhes pedir. É no repartir que consiste o Céu e é assim que chegarão à glória eterna.

Façam do repartir um exercício e é com esse exercício que se tornarão grandes para Deus.

Só os grandes de coração entrarão no Céu, pois a Porta do Céu é enorme! Os pequenos de coração não conseguem entrar, pois se perdem nessa entrada grandiosa e gloriosa.

Sou Maria, Mãe de Deus Filho e filha de Deus Pai.

Amém! Aleluia! Amém!

24/08/95

Filhos bem amados, dei a vida a Jesus, vida verdadeiramente humana para que os planos de Deus, meu Pai, fossem cumpridos mesmo sabendo que eu iria sofrer, iria ser humilhada, iria ser caçoada; e mesmo sabendo disso, disse SIM. Uma escolha só minha, tendo que suportar uma vida de completo silêncio.

Passei fome em silêncio, chorei em silêncio e até falei em silêncio. Estou dizendo isto não para me engrandecer, mas para lhes mostrar o quanto eu sofri.

Por isso venho falar-lhes: a vida no seu dia a dia traz muito sofrimento. Portanto lhes peço: não entreguem os pontos, porque o que vocês passam não chega a um terço do que eu passei. Ninguém sofreu tanto quanto eu, nem irá sofrer porque eu não deixarei. Tenham no coração que daqui por diante, o que vocês sofrem está no primeiro degrau de uma enorme lista de sofrimentos.

Não que eu não possa acudir nesse mínimo de sofrimento, pois basta orar. Não fiquem tristes a ponto de se esquecerem de mim. Peço isso porque sou mãe, mais nada. Neste 24, dia tão bonito, derramei bênçãos desde a primeira hora e vou derramar até a última hora.

É dia de festa! Festa do coração! Festa do amor e principalmente, festa do perdão!

Tanto Jesus perdoa os seus pecados hoje, como vocês também, no intimo de cada coração, já perdoaram a todos os que os aborreceram.

Dou uma receita da minha vida: quando estiverem angustiados, cantem. É assim que eu me alegrava na tristeza, pois até na tristeza há alegria, em tudo na vida há alegria, até na dor.

Espalhem este Jesus tão maravilhoso que vocês conheceram hoje: este Jesus que canta, que ri, que dança e chora de emoção!... Porque Ele é seu irmão; porque Ele antes de ser seu irmão é amigo e antes de ser amigo é conselheiro e antes de ser conselheiro é Mestre de cada coração, é dono de cada coração, é a vida de cada coração.

Jesus é uma rosa vermelha que brota no coração de quem O ama e esta rosa tem cheiro, esta rosa transmite paz, esta rosa o acalma, esta rosa não murcha. Desta rosa nunca caem as pétalas, nunca! Sua folhagem é verde e brilha e esta rosa não tem espinhos. Ela tem uma raiz, que só a cada um cabe adubar, regar, para que esta rosa se entranhe, se embarace e se confunda com as veias do coração humano, porque é nas veias dessa raiz que vai passar o sangue de Jesus. Este sangue vai irrigar todo o seu corpo e você beberá dele, pois este sangue tem poder.

E agora como vocês já têm esta rosa no coração, podem plantá-la no coração de quem vocês encontrarem. Jesus, além de fazer nascer a rosa no seu coração, Ele coloca várias mudinhas, várias, milhares e bilhares...

Não deixem que estas mudinhas cresçam demais e abafem sua rosa, porque é ai que consiste a verdadeira partilha.

Sou Maria, Mãe do Infinito Amor.

Amém! Aleluia! Amém!