Mensagens de Nossa Senhora

Junho de 1995 Janeiro de 1996 Junho de 1996
Julho de 1995 Fevereiro de 1996 Julho de 1996
Agosto de 1995 Março de 1996 Agosto de 1996
Setembro de 1995 Abril de 1996 Setembro de 1996
Outubro de 1995 Maio de 1996 Outubro de 1996
Novembro de 1995    
Dezembro de 1995    

Mensagem de Nossa Senhora

24/07/96

Ciep - Boa Fortuna
Itaperuna- RJ

Filhos, o amor que sinto por vocês é indescritível. Estou aqui porque vocês precisam de mim. Estou aqui porque preciso dar o meu amor. Estou aqui porque muitos de vocês são preguiçosos, pois não podem em nenhum tempo ler a palavra de Deus. Estou aqui para reavivar o Evangelho, para reacender a chama de Deus, para conduzi-los à santidade, pois preciso que vocês sejam santos. Preciso da santidade de vocês. Procurem e me acharão. Eu sou amor presente, não ausente. Sou paciente, posso esperá-los. Mas é preciso que dêem o primeiro passo. Não posso caminhar para vocês. "Se queres, segura na minha mão; se queres, vive o meu exemplo; se queres, ama-me".
Vocês são amados. Posso compreender cada coração que está aqui. Estavam perdidos e eu os achei. Não sejam ovelhas travessas: fiquem no rebanho, fiquem no rebanho...
Filhos, não queiram mais pecar. Não pequem mais. O pecado machuca Jesus. Não maltratem o Seu Deus, o nosso Deus. Chega! Basta! Quero num ato de humildade suplicar a cada um de vocês que procurem não pecar mais.
Filhos, filhos, meu coração está dilacerado porque o mundo cada dia mais se entrega às trevas, se entrega á escuridão, se entrega à maldade. Escolham a Jesus. Digo-lhes isso porque eu escolhi a Jesus. É difícil, pois o mundo oferece mais. O mundo oferece os prazeres, e Jesus promete-lhes a vida eterna. Compreendam Jesus. Ele está lhes mostrando o caminho certo.
Filhos amados, filhos queridos, povo eleito de Deus, rezem. É muito simples. Se rezarem, poderei lhes dar a paz e a união. Quero que a minha Igreja seja uma só. Rezo pela união, rezo pela unidade. Sei que não será fácil, mas eu conseguirei unir todos os cristãos, todos os que professam Jesus como Deus.
Filhos, vocês que já estão no caminho certo, procurem não escorregar no lodo que o demônio põe aos seus pés. Procurem olhar por onde andam, procurem ver onde pisam. Prestem atenção no que fazem. Cuidado! O demônio quer derrubá-los! Não esmoreçam! Expulsem de suas vidas o espirito do mal para poderem no fim receber a régia coroa de glória que está reservada para vocês.
Filhos, é preciso que andem com o terço, pois ele é uma arma, e uma arma não é para ficar guardada. Uma arma é para ser usada no momento de combate. E nós estamos vivendo este momento do combate entre as forças de Deus e as forças do demônio. Rezem o rosário. O momento é agora.
Filhos, não esqueçam Jesus que está no Santíssimo Sacramento. Ele quer a sua adoração, Ele quer o seu louvor, Ele quer o seu amor. Sejam fiéis a Jesus.
Sejam fiéis!
Esposo, seja fiel à sua esposa; filhos, sejam fiéis á seus pais; pais, sejam fiéis à seus filhos; irmãos, sejam fiéis. Não é hora de infidelidade, pois traindo o seu próximo, você trai a Deus, você trai a Jesus. É hora de vivência dos Sacramentos, é hora de obedecer aos mandamentos, é hora de cumprir as leis de Deus.
Filhos, vocês são prediletos aos meus olhos, vocês estão guardados no meu coração. Não queiram de modo algum sair do meu coração. Não queiram! Hoje abraço toda essa Diocese e a guardo no meu coração, pois sei dos seus problemas, sei das suas dificuldades e quero ajudar e posso ajudar e vou ajudar.
Saibam que o meu amor é assim, gratuito, pois uma mãe não cobra o amor que dá a seu filho.
Eu não preciso que vocês me paguem. Eu não preciso que vocês me recompensem. Eu preciso que vocês me amem como eu amo a todos. Eu estou me dando a vocês, Eu estou dando o meu coração a vocês. Um coração que quer vê-los bem, um coração que lhes quer bem. Um coração que infinitamente os deseja. Não é um coração morto, é um coração vivo. É este coração que estou lhes dando. Acreditem em mim. Vocês têm o meu amor, vocês têm o meu respaldo. Peçam, peçam, peçam e Eu lhes concederei a graça que me pedem, a cura que me imploram.1
Sou aquela que humildemente quer falar. Sou aquela que por muitas vezes não é acolhida. Sou aquela que ama mesmo aqueles que não acreditam em mim, que não acreditam no meu amor, que não acreditam na minha ternura de mãe.
Eu o quero filho rebelde, eu o quero, quero você, jovem, que não está no meu caminho, eu o quero. Eu o quero, meu filhinho, que anda por outros caminhos. Eu preciso de todos. Preciso que vocês que estão no meu caminho, rezem para que outros venham também. Quero a intercessão não a murmuração. Muita oração, muita oração...
Sou Maria, coração aberto a acolhê-los e a ajudá-los.
Sou Maria. Sou mãe, sou sua mãe, que lhes quer muito bem, que os quer acolher nos braços e os embalar como filhos amados, pois vocês saíram das minhas entranhas. Eu os conheço, eu conheço seus corações. Quero que conversem comigo todas as noites, nas suas orações. Todas as manhãs, durante todo o dia vocês podem conversar comigo.
Sou aquela que vem trazer o amor.
Sou a Mãe do Infinito Amor.
Sou Nossa Senhora Mãe do Infinito Amor.
Amem! Shalom!

Nota de rodapé
1- Nossa Senhora nada pode por ela mesma. Tudo consegue pelo seu grande poder de intercessora junto ao Seu Filho Jesus.