Mensagens de Nossa Senhora

Junho de 1995 Janeiro de 1996 Junho de 1996
Julho de 1995 Fevereiro de 1996 Julho de 1996
Agosto de 1995 Março de 1996 Agosto de 1996
Setembro de 1995 Abril de 1996 Setembro de 1996
Outubro de 1995 Maio de 1996 Outubro de 1996
Novembro de 1995    
Dezembro de 1995    

Mensagem de Nossa Senhora

24/08/96

Fazenda Boa Esperança
Itaperuna- RJ

Filhos amados, filhos queridos, sintam o meu amor, compreendam o meu amor. Quero indicar-lhes o caminho certo, o caminho da vida. Prestem atenção naquilo que digo, sigam aquilo que falo: fujam das ocasiões de pecado. Venho para instruir, venho para apontar. Posso ver todos os corações e vejo que muitos deles estão seguindo o caminho errado. Quero consertar, quero arrumar, quero limpar seus corações, por isso estou aqui. Quero amá-los preciso da sua santidade. São os meus últimos apelos: convertam-se, procurem as coisas do alto, olhem para o meu coração e percebam nele o amor que tenho por vocês.
Filhos, este lugar é um lugar santo. Faço deste, o meu lugar. Percebam que estou aqui. Eu estou na delicadeza do vento a soprar, eu estou nas árvores que se balançam, no Sol que aquece e ilumina, eu estou em seus corações... Eu estou em seus corações. Eu estou em seus corações.
Quero abrir caminhos para Jesus.
Filhos, se vocês quiserem, eu posso tirá-los das "trevas", eu posso guiá-los, eu posso... Sintam o toque suave das minha mãos de mãe em seus corações. Assumam-me como mãe.
Filhos, aqui neste lugar existe uma água que desce do céu. Esta água tem muitos poderes, porque ela passa no meu coração, filtrando-se. Eu quero ser aquela que filtra as coisas que vocês devem fazer.
Filhos, sei que vieram aqui á procura do meu amor e do amor de Jesus. E este amor, Jesus e eu estamos derramando sobre cada um de vocês.
Filhos, eu posso apresentar a Jesus os seus pedidos. Peçam, façam os seus pedidos e eu os levarei a Jesus. É hora de pedir, é hora de pedir, é hora de pedir.
Filhos, sou como vocês pensam: sou carinhosa, sou bondosa, sou zelosa. Entendam que meu amor é motivo maior de minha presença aqui. Nunca me cansarei de dizer que eu amo vocês, eu amo vocês, eu amo vocês, eu amo vocês... Não tentem compreender. Entreguem-se, desistam, não lutem, não resistam ao meu amor. Eu os amo.
Quero filhos, que perdoem sempre, perdoem sempre. É através do perdão que eu posso agir, é através do perdão que sentirão a graça de Deus acontecendo nas suas vidas. Estou aqui de braços abertos para lhes mostrar que sou uma mãe generosa, e para lhes dizer que hoje através da minha intercessão, muitas curas estão acontecendo, verdadeiros milagres, doenças que a medicina não pode compreender. Eu estou agindo através da minha oração. Confiem em mim. Confiem e não pensem que as graças estão sendo derramadas somente neste local. Jesus derrama Seu amor a toda esta Diocese. Preciso, filhos, que vocês não fiquem só na emoção de hoje, estou dando o primeiro passo para vocês, preciso que vocês continuem caminhando, continuem procurando, continuem buscando nos Sacramentos. Os Sacramentos são os grandes presentes que Deus na sua Infinita Misericórdia deixou para vocês. Espalhem isso! A hora é agora. Não dá mais para esperar. Jesus os espera nos Sacramentos, e o meu desejo, é que o amor pêlos Sacramentos se multiplique cada vez mais. Sejam fiéis, façam o que eu estou pedindo e hoje mais do que pedir, imploro com o coração esperançoso de que me entenderão e acolherão os meus pedidos.
Filhos, fiquem na paz, fiquem com a minha paz. Obrigada por estarem aqui. Obrigada por acreditarem em mim.
Daquela que nada é, daquela que é serva para sempre, daquela que é a prisioneira de Deus e comprometida infinitamente com a proposta de Deus, que quer um Reino de paz, um Reino mais unido.
Sou Maria, a Mãe do Infinito Amor.
Quero dizer-lhes ainda que não necessitam de me chamar de Senhora, me chamam de MÃE, me chamem de MARIA, a sua MÃE.
Amém! Shalom!